top of page
09042023-IMG_6694-11.jpg

Pra você, que tá MoiM-to curioso sobre nós!

A cidade de Curitiba tem um movimento de Improvisação Teatral há décadas, sempre expandindo o números de artistas, grupos e interessados. Vários dos improvisadores se juntaram a artistas do Sul do país e começaram a discutir como fazer eventos que dessem visibilidade a esse movimento.

Surge a MoiM - Mostra de Impro, que será um evento recorrente em Curitiba, sempre agregando coletivos daqui e de outras partes do Brasil e do mundo.

A MoiM - Mostra de Impro volta para o Festival de Teatro de Curitiba dos dias 3 a 7 de abril! 

Após sua estonteante estréia na última edição do Festival de Teatro de Curitiba, no FRINGE em 2023, a “MoiM: mostra de improvisação” retorna ao evento em uma versão ainda mais rica, apresentando a diversidade da improvisação teatral na região a partir de espetáculos, oficinas e debates. 

 

Paraná, Santa Catarina e São Paulo se encontram em cena na MoiM, partilhando diferentes vertentes da pesquisa em improvisação, divertindo o público e consolidando a linguagem na trajetória do Festival de Curitiba. 

 

A primeira edição da MoiM, realizada no miniauditório do Teatro Guaíra, reuniu inúmeros artistas em 6 espetáculos, 3 oficinas e 2 bate-papos. Todas as sessões foram rapidamente esgotadas e o público participou ativamente das atividades da Mostra.  

 

Para 2024 a proposta traz ampliação e diversidade. São 8 sessões, envolvendo espetáculos e formatos de impro diversos. Dentre eles está o “Manas”, formato de improvisação feito por mulheres com elenco composto por improvisadoras do Paraná e Santa Catarina. 

 

Está também o espetáculo “Criô: histórias de onde eu vim” do improvisador Edson Duavy, brasiliense radicado em São Paulo, que conta e encena suas histórias improvisadas e musicadas ao vivo, a partir de uma base conceitual afroreferenciada. 

 

Buscando expansão do diálogo com os diferentes públicos, a nova faixa infanto-juvenil da mostra apresenta o espetáculo “Improvisões”, onde palhaços e palhaças improvisam jogos com a participação constante da platéia. 

 

Outra novidade é a faixa EXPERIMENTAL, na qual espetáculos em fase de criação podem apresentar seus processos, encontrando o público pela primeira vez, realizando em seguida debates e reflexões para enriquecerem suas pesquisas. 

 

As oficinas seguem na toada de socializar a pesquisa dos grupos locais. São três oficinas diferentes, trazendo diálogos que vão do roteiro à narrativa improvisada, passando pelo encontro com a palhaçaria. Além de tudo isso, a MoiM ainda traz uma roda de bate-papo para discutir a improvisação na encruzilhada entre o local e o global. 

 

São 13 atividades no total, expandindo sobremaneira o alcance da mostra, ampliando o repertório do público do Festival, envolvendo idades diversas, assim como diferentes formas de envolvimento com o universo da improvisação teatral. 

 

A improvisação teatral movimenta a cidade durante o ano todo. A MoiM, dentro do Festival, é mais uma oportunidade para o público desfrutar de uma ampla programação reunida em um único espaço: o aconchegante teatro da Caixa Cultural de Curitiba. 

 

Na última MoiM, à convite da coordenação da MoiM, presenças ilustres da improvisação mundial estiveram em Curitiba. Daniel Nascimento, de São Paulo, Gustavo Miranda e Andrés Giraldo, da Colômbia, deram as graças de seus ares, abrilhantando os espetáculos que passaram pela cidade. 

 

Nesta edição, além de contar com a célebre presença de Edson Duavy, a MoiM ousará alçar novos voos, com formatos de impro ainda mais diversos e uma programação ainda mais intensa. 

 

Vem pra MoiM!

bottom of page